O autor Thomas Charlton foi a primeira pessoa a usar a frase (frequentemente atribuída a outro), "o preço da liberdade é a vigilância eterna." Talvez, se ele tivesse trabalho na indústria de tratamento de águas teria dito, “o preço de produção é a vigilância eterna.” As torres de refrigeração são a personificação perfeita desta noção, pois podem acumular uns colossais 275kg de matéria em suspensão num único ano, se não forem tratadas. Isso pode levar a uma série de questões que podem afetar negativamente tudo, desde a eficiência à produtividade, explica Simona Vasilescu, Gerente de marketing da plataforma de inovação Water Treatment da NCH Europe.

A segurança é de extrema importância, dado que as torres de refrigeração podem abrigar condições favoráveis aos agentes patogénicos, tais como Legionella. Consequentemente, é essencial um regime adequado de tratamento de águas para a protecção dos empregados e membros do público que vivem nas proximidades. A negligência de tratamento de águas também pode levar ao uso excessivo e desnecessário de electricidade.

O primeiro passo para combater os problemas que surgem regularmente em torres de refrigeração é identificar o tipo de torre que tem. Os condensadores evaporativos industriais e as torres de refrigeração de tiragem são facilmente confundidos, mas há uma diferença distinta entre os dois. Em torres de refrigeração de tiragem, como o nome sugere, o ar fora da torre é usado para refrigerar a água no interior através de uma entrada de ar. Em condensadores evaporativos o gás contido num tubo é refrigerado por um processo de transferência de calor que requer água flua sobre ele, criando condensação.

As torres de refrigeração de tiragem são, em essência, enormes purificadores de ar, pelo que as questões mais problemáticas provêm de contaminantes externos que entram no abastecimento de água. Numa estrutura tão grande, dependente de refrigeração externa, é impossível evitar que partículas, como o pólen ou sedimentos, sejam atraídas para o sistema. Assim que estas partículas insolúveis entram, assentam e formam depósitos nas superfícies. Isto é conhecido como incrustação.

É importante não confundir incrustações com calcário. Embora ambos resultem em depósitos que se formam nos equipamentos, há uma diferença distinta entre os dois, e cada um requer uma solução de tratamento de águas diferente.

Os sedimentos no seu sistema não se dissolvem e vão eventualmente formar lamas que vão entupir o seu sistema e promover incrustações microbiológicas. No entanto, o calcário ocorre quando existem iões de cálcio numa massa de água onde também há carbonato presente. O resultado final é a formação de cristais nas tubagens, que continuarão a aumentar até serem tratados e removidos. Durante todo esse tempo afetam a produtividade e incorrem em despesas financeiras.

Os condensadores evaporativos enfrentam problemas semelhantes, mas o impacto é diferente. Por exemplo, caso as bactérias redutoras de sulfato entrassem no abastecimento de água durante o processo de contaminação, neste tipo de torre de refrigeração o efeito na produção seria sentido muito rapidamente. Como a água flui sobre tubos de ferro, as bactérias podem facilmente colar-se à superfície e começar a formar depósitos de sal de sulfureto. Estes depósitos aceleram a corrosão, fazendo com que o sistema seja vítima de corrosão microbiologicamente induzida.

Não há nenhuma fórmula mágica ou segredo, quando se trata de tratamento de águas, para evitar a acumulação de contaminantes nocivos. Tudo se resume a química. Compreender a torre de refrigeração que está a usar e identificar antecipadamente os problemas já é meio caminho andado para os resolver, pois será capaz de identificar a dosagem correta dos produtos químicos mais adequados, como inibidores e biocidas.

É aqui que trabalhar com um empresa como a NCH Europe vem mesmo a calhar. Não só as nossas soluções de tratamento de águas são completamente personalizadas aos requisites únicos de sistemas individuais, como também estamos constantemente disponíveis para apoiar monitorização e manutenção contínua. Regularidade da recolha de amostras e dos testes à água que circula na sua torre de refrigeração ajudam-nos a antecipar potenciais problemas.

Manter tudo limpo, seguro e a funcionar corretamente requer supervisão constante e eterna vigilância. Você poderia dizer que parece uma utopia. Porém, o tempo de inatividade e os custos que vai encontrar se negligenciar o tratamento de águas são bem reais.